Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Massa 7 dias por semana

Um blog sobre as peripécias de uma rapariguita que foi viver sozinha

Massa 7 dias por semana

Um blog sobre as peripécias de uma rapariguita que foi viver sozinha

27.05.20

Vida Doméstica

Valerie

Well, confesso que isto aos poucos e poucos se vai tornando mais fácil. Piora quando vou ao Instagram e andam todos a molhar os pés nas águas do Algarve. Mas depois passa.

Começei a perceber que é uma chatice ter casa - dá uma trabalheira desgraçada! Porra!

É varrer, é lavar, é lavar roupa, é lavar loiça que nunca acaba, é fazer comida, é fazer a cama... Dass...

A minha casita não é um palacete, mas é grande o suficiente para me dar uma trabalheira desgraçada. Chego já tarde, para variar. Tenho de preparar jantar e almoço para o dia seguinte (sim, porque a malta não é rica, só chique mesmo); acabo de jantar, olho para o lava loiça e já está cheio outra vez. Como assim? Porra! Mas quem veio aqui sujar tanto prato e tacho?

Barimbo naquilo mesmo, bebo o meu cafezinho e tento ganhar genica para deixar tudo arrumado antes de ir dormir. Entretanto ponho em prática o telefonema do costume com azmigas, que dura prai 1 hora e não se aprende nada (reparem que aqui já estou com a pedalada do café, portanto pouco ou nada de jeito se conversa, só se parveja mesmo).

O drama das limpezas faz-me lembrar o drama de encontrar estacionamento perto do trabalho: a pessoa dá voltas e voltas, gasta meio depósito de gasóleo, para no fim, a 10 minutos de entrar ao serviço, e 1 hora depois de chegar, encontrar um lugar! Aii a raiva que dá moçes, nem imaginam! Dass!

O mesmo é limpar a cozinha - ando às voltas, às voltas, pela casa, telefono aos amigos, à mãe, ao pai, ao irmão e ao cão, para no fim, mesmo antes de me ir deitar, deixar tudo arrumado.

Com isto penso e lamento a vida das mulheres que têm filhos... desgraçadas man.... se já me aborrece fazer as coisas só para mim, cansada depois de trabalhar todo o dia, quanto mais as pessoas que chegam a casa, depois de trabalhar um dia inteiro, e têm 2 ou 3 pirralhos para aturar, uma casa para limpar e um marido para ouvir. Credo... Deve ser uma vida intensa e cansativa (entendedores entenderão ).

Tomara que venha o fim de semana. Para lamentar o aborrecimento que é estar sozinha em Lisboa quando a malta está na praia a curtir o calor.

LOLES.

4 comentários

Comentar post