Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Massa 7 dias por semana

Um blog sobre as peripécias de uma rapariguita que foi viver sozinha

Massa 7 dias por semana

Um blog sobre as peripécias de uma rapariguita que foi viver sozinha

09.06.20

Oi gatos

Valerie

Custa-me mesmo a crer que há 6 dias que não ponho aqui os pés e que a minha caixa de correio não está cheia de emails a implorar o meu regresso... Sinceramente... Cambada de ingratos.

Para que saibam continuo boa e maravilhosa. Como não poderia deixar de ser.

Trabalho a dar com um pau (sim, porque quando morrer o descanso será melhor porque fui uma moça trabalhadora em vida). Merda de mentalidade.

Enfim, o regresso a casa está perto. E isto leva-me a questionar o seguinte: que raio de porra de tempo é este que anda em Lisboa ultimamente?

Ontem fez um vento desgraçado, parecia que esta porra ia toda levantar voo (entretanto, à pala disso, 80% do nosso coronavirus voou para o méxico ou raio que o parta). Frio que nem cornos. Hoje, calor azedo... Não entendo.

Mas não estamos em junho? ou o covid não suspendeu só os prazos para a inspeção do carro, e suspendeu também o verão?

Não acho a minima graça. Muito menos porque estou de malas aviadas (a porra, não estou nada - ainda tenho essa merda para fazer quando chegar a casa) para regressar aos Algarves.

Relendo estas linhas que escrevi nos últimos 5 minutos, começo a perceber a razão para a minha avó me estar sempre a dizer ai ai, as dras não dizem essas coisas, és mesmo bacorinha.

Fo****, merdita de elogio. Mas acho-lhe uma graçola do camandro. Tadita. Não foi habituada a ouvir destas coisas, porque se a minha mãe se atrevesse papava logo uma lamparina... Já eu, bem que o meu pai me tenta educar, mas as asneiradas estão em mim, tal como as tias de cascais estão para o algarve em agosto.

Já tinha saudades de vir aqui. E as amiguinhas lindinhas do coração (sim, porque ainda hoje me atazanam o juízo por eu ter colocado, algures num post, que lhes ligava depois de jantar e não aprendia nada), não se cansam de perguntar pelo novo post. Acho que vou é começar a convidar autores. Os outros escrevem e eu ganho o l'argent (lê-se larjan). Nem para isso dava. Este blog é pouco mais que voluntariado para os meus super hiper mega fofinhos subscritores.

Vá, eu gosto de escrever. Bué. Mas nem sempre tenho paciência. E quando releio o que escrevo chego à conclusão que pouco ou nada se aproveita. Mas, well, os subscritores estão a aumentar.

Acho que a malta precisa de uma boa dose de realidade, misturada com badalhoquisses (não sei e nem estou interessada em saber se esta é a forma correta de se escrever).

Moçes, já aqui têm algumas linhas. Entretenham-se. Porque eu vou fazer as malas para ir até ao algarve.

 

 

3 comentários

Comentar post